Era uma vez uma futura maratonista com um sonho muito distante de completar os 42.195 km. Tudo começou em 2008 com uma vontade de mudar de vida e transformar lazer em benefício estético e psicológico. As pequenas corridas foram completadas e os objetivos sempre aumentando. Em julho de 2010 tudo mudou, virei maratonista e comecei a sonhar com as ultras distâncias. Em julho de 2012 virei oficialmente Ultra e agora planejo futuras distâncias que me desafiem cada vez mais. Me descobri desesperadoramente apaixonada por km's.

Agora tenho o ano de 2013 inteiro para fazer o que for preciso para quem sabe ser aceita na BR 135 Solo em 2014. Trabalha e Confia!


Carrego no peito as medalhas e na memória os melhores momentos da minha vida.

Próximos desafios:

03 de Novembro de 2013 - Maratona

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

BR 135 Ultramaratona 2013 - Revezamento de dupla

Por muito pouco quase fico de fora desse espetáculo que se chama Brazil 135. São 217 Km de estrada da chão onde a única estrada sobe ou desce.
Um amiga me convidou para fazer em dupla, e como estava viajando ela correu atrás de tudo já que é necessário mandar um currículo para a seleção. De lá até aqui, oh God, passamos por poucas e boas... Ela se machucou, eu desanimei, etc etc... Mas por força do hábito não fujo da luta, se a guerra foi declarada, vou buscar.

O dia 18 de janeiro de 2013 chegou como um raio e o que foi feito foi feito, não posso dizer que dei meu máximo nos treinamentos finais por que seria uma mentira deslavada, se não fosse alguns amigos para levantar minha cabeça e me ajudar nos treinamentos mais complicados não sei o que teria sido.

O que me fascina na ultra é o fato de ser individual, é silencioso, dá paz. O Revezamento não pode ser encarado dessa forma, logo de inicio já perde o individualismo, mas é uma experiência inigualável, e particularmente adoro experiências, adoro aprender coisas novas e dessa aprendi como nunca.

O percurso da www.brazil135.com.br é duríssimo, muitos brincam que é a onde o filho chora e a mãe não vê, vou nem comentar, porque sofri. Como minha dupla machucou antes da prova, e me assustou dizendo que poderia fazer km's abaixo do percurso, tive que colocar os trechos mais duros pra mim, sem fazer idéia do que seria, subi o pico do Gavião e a Serra dos Lima já de inicio de prova, e a Serra dos Lima me destruiu com uma dor próx ao joelho que até agora não faço idéia do seja (ainda dói), essa dor só não me jogou fora da prova porque via minha parceira guerreira saindo do carro para correr mancando de dor, depois que esquentava ela arrasava e corria como nunca, isso me dava uma injeção de animo e me fazia querer continuar mesmo mancola. A prova foi dramática, mas terminou com Sucesso, terminamos com 34h34, 1h30 mais rápido do que eu tinha previsto. Fiz 119 Km dos 217 Km, apenas 6 a menos do programado na minha parte, graças ao bom desempenho dela.

Para contar tudo o que rolou precisaria de escrever no minimo durante 34h, e hoje ainda estou meia abalada com tudo, analisando cada passo, os erros, os acertos...
- Coloquei meu marido, meu pai, meu treinador dentro de um carro durante todo o percurso... PAI e MARIDO juntos? imagina o Caos...
- Corri em dupla com uma pessoa que nunca havia treinado, como sou neurótica com previsões, imagina a pressão que não fiz sobre mim mesmo, conseguimos apenas um treino juntas antes da prova.
- Fora isso, perdemos a chave do carro na largada da prova(isso daria um post específico rs)...
- Enfrentei uma chuva de Granizo que chegou ao ponto de rasgar minha capa de chuva...
etc etc

Mas também,
- conheci a vista incrível do Pico do Gavião...
- durante a noite corri com as estrelas, o céu estava baixo, inesquecível...
- Reencontrei amigos queridos...
- Fiz novos amigos...
- Conheci a incrivel força de uma mulher com vontade de vencer (minha parceira)...
- Vi um time fazendo o possível e o impossível para nos levar em Paraisópolis com sucesso e em segurança (bem faz a organização da prova em premiar primeiro a esquipe, emocionante)...
- Chorei como nunca durante nos 10 Km finais e dei gargalhadas durante 207 km do percurso...
- Me conheci...
- Vi o cuidado de Deus...
- Senti o carinho dos amigos na torcida, quem tem amigos tem tudo!
etc etc

Agradeço a Deus, sem Ele NADA SOU e cada dia minhas experiências com seu amor só aumentam... a minha SENSACIONAL EQUIPE... ao Comandante Lacerda e sua querida Eliane, que nos suportam com muito carinho durante todos os preparativos, durante todo o percurso com nossas duvidas, questionamentos, problemas e inseguranças.
Nota 1000!

E quanto ao fazer a BR 135 solo aprendi que tenho que ter paciência, não sei se será em 2014, vou fazer quando estiver segura que vou me divertir sofrendo 217 KM ;)

Que esse maravilhoso ... nos vemos no caminho ... se repita algumas vezes na minha vida... Seja como Voluntária, seja como Pacer, seja como Trio, seja como Dupla ou seja como Solo, mas que seja! Que Assim Seja!

8 comentários:

Sergio disse...

bacana demais, Katryny! que experiência fantástica! Parabéns!
bjs
Sergio

elis disse...

:)
fiquei até arrepiada, atiçada, doidinha de vontade!!!!por mim, ficaria lendo 34h seguidas de relato, só pra conhecer todos os detalhes dessa sua super aventura!
guerreira demais!
parabéns!

tô pensando em fazer em equipe em 2014...
já vou começar a pesquisar!
caramba, menina!
tu me deixou toda atiçada:)

depois que descansar, e as ideias assentarem, conta mais:)

um super abraço!
sou fã de sua garra!

GILMAR FARIAS disse...

Katryny,
Saber de sua vitória pessoal nessa prova é um grande estímulo para todos.
Parabéns! Adorei o texto!
Gilmar

Katryny disse...

Obrigada queridos!
Vocês são os melhores blogueiros do mundo rs...
Beijão

Meire disse...

Hei Katryny... Essa prova consegue ser linda, maravilhosa, sensacional, espetacular e diria sublime em todo o seu percurso.Consegue também ser cruel, doida, cansativa e muitas vezes insana. Eu fiz em trio e amei...amei tanto que volto prá dupla e assim sucessivamente pois tenho certeza que aproximamos mais de Deus quando começa aquela aventura.
Parabéns mais uma vez prá voce e toda sua equipe pois sem eles não somos e não conseguiriamos chegar onde chegamos.

Bju grande.... Nos vemos no Caminho.

Meire/BH-MG

Dionisio Silvestre disse...

Katryny,

O relato está simplesmente fantástico. Estive apoiando o Ultramaratonista Wilson Bomfim no decorrer da BR 135 (Solo) e a prova é isso que você descreveu.

Leia um pouco da nossa aventura no blog "Correr é Pura Paixão", quem sabe o sonho de 2014 se revigore com a leitura ao post: http://correrpurapaixao.blogspot.com.br/

Lembre-se que nós é que determinamos nossos limites. Parabéns guerreira.

Abraços,

Dionisio Silvestre

sports fan disse...

Hi, nice post. Would you please consider adding a link to my website on your page. Please email me back and I would be happy to give you our link.

Thanks!

Frank
frank641w@gmail.com

Anônimo disse...

Hi, I desire to subscribe for this weblog to get hottest updates,
therefore where can i do it please help out.

My web page :: followers twitter buy

Postar um comentário