Era uma vez uma futura maratonista com um sonho muito distante de completar os 42.195 km. Tudo começou em 2008 com uma vontade de mudar de vida e transformar lazer em benefício estético e psicológico. As pequenas corridas foram completadas e os objetivos sempre aumentando. Em julho de 2010 tudo mudou, virei maratonista e comecei a sonhar com as ultras distâncias. Em julho de 2012 virei oficialmente Ultra e agora planejo futuras distâncias que me desafiem cada vez mais. Me descobri desesperadoramente apaixonada por km's.

Agora tenho o ano de 2013 inteiro para fazer o que for preciso para quem sabe ser aceita na BR 135 Solo em 2014. Trabalha e Confia!


Carrego no peito as medalhas e na memória os melhores momentos da minha vida.

Próximos desafios:

03 de Novembro de 2013 - Maratona

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Chegando lá

As coisas começaram a se encaixar sem precisar descer o barraco. Na verdade fiquei abismada comigo mesma, até porque geralmente eu quebro tudo para as coisas se resolverem o mais rápido possível.

Finalmente minha passagem aerea ficou decidida! Deve ser por isso que tive a primeira noite de sono com 8 horas seguidas sem despertar (bem, não foi só por isso, estava morta de cansada da última semana, mas a tranquilidade ajudou). Foram mais de 11 dias de negociação por causa do fechamento daquela porqueira daquele aeroporto. Me comportei, não briguei, não ameacei ninguém de morte, etc etc... É claro que o cenário não ficou perfeito, mas foi o melhor que conseguimos, e isso foi graças aos meus conhecimentos sobre vôos, aeroportos e tranfers (sabia que a minha vida turística um dia poderia me salvar).

Saio de Vix no dia 09 - durmo em Sampa. Saio no outro dia cedo para Buenos Aires, espero algumas horas e pego o voo para Esquel. Em Esquel pego um ônibus por mais 300 km até Bariloche. Em Bariloche pego um taxi por mais 100 km até a Villa La Angostura. Se chegar ainda no dia 10 está excelente. Essa parte de Esquel até a Villa ainda pode ser uma icógnita, mas não me preocupa porque chego em Esquel ainda dia para tomar providências - estarei a apenas 400 km do meu alvo, mole perto dos 4.700 km que me separam hoje de lá.
Marido agora quer ir de qualquer jeito tá pagando qualquer negócio... sabia que isso acontecer rsrs... mas tá bem dificil, não tem mais vaga no meu vôo. Já Elvis. Sozinha mesmo. Bem, mas se bem conheço a peça, ele faz o planeta girar ao contrário para conseguir o que quer. Vamos aguardar. Se ele for, pelo menos vou poder levar minha super máquina fotográfica, alem da companhia claro :)

Engraçado como toda essa logística para chegar até lá tirou completamente minha ansiedade em relação a prova, ainda não cai na real!

6 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Já diziam os antigos, pense num fofoqueiro que os nós desatam. Vai dar tudo certo, e no final, a gente ri de tudo mesmo. Fica tranquila. Não pense na prova, pense no vinho da comemoração.

Anônimo disse...

Ricardo, acho que se esse negócio der certo mesmo não vai gerar nem risadas, vão ser gargalhadas kkkkkkkk... ainda mais comigo, tudo pode acontecer rsrs
Ainda bem que eles organizam uma festa de comemoração :))
Beijos
Katryny

Fábio disse...

Pelo visto é uma "maratona" só para ir para a patagônia... rsrsrsrsrsrsrs

E vê se controla está ansiedade, tô quase enfartando junto! rsrsrsrs

Abs

Fábio
www.42afrente@blogspot.com

elis disse...

não sabia que era tão complicado pra chegar ao local de largada!!! pensei que o mais difícil fosse alcançar a chegada, mas já vi que é o contrário! kkkkkkkkkkkkkkkk

já está dando tudo certo, viu;)
você vai curtir muito!!!

bjs

Katryny disse...

Fábio, somos dois... tô aguentando nãoo... já não pensava em outra coisa, agora então, nem se fala... ansiedade tomando conta rs
beijos

Katryny disse...

kkkkk
Tá vendo Elis???
não sei o que vai ser mais dificil não rsrs
beijoo

Postar um comentário