Era uma vez uma futura maratonista com um sonho muito distante de completar os 42.195 km. Tudo começou em 2008 com uma vontade de mudar de vida e transformar lazer em benefício estético e psicológico. As pequenas corridas foram completadas e os objetivos sempre aumentando. Em julho de 2010 tudo mudou, virei maratonista e comecei a sonhar com as ultras distâncias. Em julho de 2012 virei oficialmente Ultra e agora planejo futuras distâncias que me desafiem cada vez mais. Me descobri desesperadoramente apaixonada por km's.

Agora tenho o ano de 2013 inteiro para fazer o que for preciso para quem sabe ser aceita na BR 135 Solo em 2014. Trabalha e Confia!


Carrego no peito as medalhas e na memória os melhores momentos da minha vida.

Próximos desafios:

03 de Novembro de 2013 - Maratona

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Um convite tentador

Essa semana fui surpreendida com um convite formal, inesperado e mais que especial.
A minha viagem para a Patagônia alem de me render momentos agrádaveis me proporcionaram ares diferentes e pessoas diferentes. Entre elas o Marcos e a Marta de Floripa e o João e a Rosa de Marília.

E esta semana veio do João e da Rosa um convite tentador. O João está indo para sua segunda ou terceira BR135 solo e me convidou para ser Pacer. Bem, eu??? tem certeza??? pacer tartaruga?? :)

Pois foi, me convidou. Sempre tive paixão pela prova, e como boa futura ultra que sou como poderia deixar passar em branco um convite como este deixando de ficar pertinho da prova mais difícil do Brasil e uma das mais díficies do mundo. Além de ser classificatória para Badwater hehehe. Relaxa Katryny, vai com calma rs.
Voltando a realidade, o pacer tem uma super importância na prova, inclusive em termos de pontuação para o dia que resolver me aventurar na prova como inscrita. Como pacer eu já ganho 20 pontos, mais pontos do que quem completa, 01 ironman, 05 maratonas ou 01 corrida de montanha.
Se já tenho uma corrida de montanha que vale 10 pontos e se eu for pacer mais 20 já vou ter 30 pontos. Vou precisar agora de 03 provas de 24 horas para mais 30 hehehe. Sou sonhadora né? adoro sonhar, sonhar alto ainda, fica mais dificil para buscar.

Foram 48 horas de tensão, primeiro comuniquei a mãe, apoio de mãe é fundamental sempre rs, e depois busquei uma estratégia com o marido, essa sim deu trabalho, mas desde criança meu pai pertuba dizendo que a gente deve até dormir estratégicamente (que horror!) então a comunicação envolveu muitas coisas. E depois veio em cadeia a quem de direito a comunicação, ainda falta alguns, tomara que não vejam por aqui, sempre rola aquela esperança rs.

Engraçado como empatia funciona, nunca sei por quanto tempo, até porque as pessoas passam pela nossa vida como um ciclo, ciclos longos ou curtos. Pessoas agradáveis, de bem com a vida e com um bom coração deveriam ser os maiores ciclos, sempre!

João, muito prazer em aceitar seu convite e da sua esposa em passar esses dias com vocês. Não sei como vou estar, voltei a correr ontem, como já disse só tenho 3 maratonazinhas nas costas, mas vou dar o melhor que posso.

6 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Nem o céu é limite! será uma grande experiência! Manda ver e sucesso!

elis disse...

caramba, Katryny! isso é tudo de bom! vai lá e aproveita! você será uma excelente pacer!

que experiência incrível!
a BR135 também está nos meus planos rsrsrrs
eu e Meire pensamos em fazer antes em equipe, pra experimentar...

que tal mais uma corridinha básica pra pontuar pra BR? em março, eu e Meire vamos fazer as 50milhas de Campinas! bora?

bjs
http://elismc.blogspot.com

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
--ooO--(_)--Ooo--
Katriny eu estou esperando a resposta de uma pessoa e provavelmente estaremos correndo a BR também boa viagem e boas corridas.

Bjs

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Anônimo disse...

Valeu Ricardo!
Mas espero que essa coisa toda tenha limite rsrs
bjs
Katryny

Anônimo disse...

Elis, me coloca nessa equipe para 2013 aí!!!
Já vou ter uns 40 pontinhos para ser aprovada kkkkkkk
Beijoo
Katryny

Anônimo disse...

Oi Jorge!
Que notícia boa!
Muito bom reencontra-lo lá.
Estarei na torcida.
Bjs
Katryny

Postar um comentário