Era uma vez uma futura maratonista com um sonho muito distante de completar os 42.195 km. Tudo começou em 2008 com uma vontade de mudar de vida e transformar lazer em benefício estético e psicológico. As pequenas corridas foram completadas e os objetivos sempre aumentando. Em julho de 2010 tudo mudou, virei maratonista e comecei a sonhar com as ultras distâncias. Em julho de 2012 virei oficialmente Ultra e agora planejo futuras distâncias que me desafiem cada vez mais. Me descobri desesperadoramente apaixonada por km's.

Agora tenho o ano de 2013 inteiro para fazer o que for preciso para quem sabe ser aceita na BR 135 Solo em 2014. Trabalha e Confia!


Carrego no peito as medalhas e na memória os melhores momentos da minha vida.

Próximos desafios:

03 de Novembro de 2013 - Maratona

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Registros da Semana

03 e 04/10 SÁBADO E DOMINGO - Bem no sábado estava animada para correr mas meu digníssimo esposo me atrapalhou e como isso não vem ao caso o máximo que consegui foi dar uma caminhada de 1h20. Mas no domingo me redimi e consegui fazer 12 km. Fiz 8 km com ele no início num ritmo um pouco mais lento e terminei os últimos 4 km mais forte. Total de 1h22, 12 km, 817 calorias, média de batimentos 171.

02/10 SEXTA - Descanso ;)

01/10 QUINTA - Posso dizer que entrei no mês de outubro com o pé direito. Foi meu treino mais feliz do ano, não que eu tenha feito grandes coisas, mas confesso que no ano passado estava melhor rsrsr. Bem, voltando ao treino de hoje, aumentei 250 metros em relação ao treino de terça-feira. Fiz os primeiros 5 km tranquila e terminei no gás acima de 10 kmh e contra o vento novamente (atualmente meu principal inimigo). Quando cheguei ao final estava com o coração na boca (não levei minha coleira de batimentos cardíacos então nunca vou saber o que aconteceu com o meu coração hoje), coração na boca, mas com um sorrisão também. Como terminei feliz, como eu amo correr, como me faz tão bem...
Distância: 9,78 Km / Tempo: 1h / Velocidade Média: 9,8 Kmh / Velocidade Máxima: 11,5 Kmh / 710 calorias (mereceu um crepe depois hehehe, um dia eu tomo juízo... de preferência em cápsulas)
obs: hoje corri com música, acho que isso pode fazer uma boa diferença no meu desempenho também.

30/09 QUARTA - Bem, sei lá, hoje também não estava legal, sensação estranha, enxaqueca, não me reconheci, nunca tive isso... Resolvi me dar um dia de descanso e matar academia. Fora que odeio tempo nublado aff... acaba dia, acaba... amanhã será outro dia :)

29/09 TERÇA - Fui correr hoje, mas estava bemmm cansada, com as pernas pesadas. Mas beleza, me inscrevi para a Corrida de 10 km do Banestes com uma megaaa ladeira (a terceira ponte - desse jeito me especializo em ladeiras hehehe). Então fui, e com cinco minutos já queria desistir, é sério, estava demais para mim. Já era meu nono dia malhando sem descanso e comecei a senti os sintomas da loucura. Consegui ir até o final da praia e quando comecei a voltar, putz, o VENTO ESTAVA CONTRA COMO ELE NUNCA ESTEVE. RALEI!!! E ainda tentava fazer de tudo para manter 1 km abaixo de 6 minutos. Foi f... Estava sozinha e sem música naquele vendaval, uns quilinhos a menos e eu teria voado. Mas não tive essa sorte, continue com meus pés bem ao chão. Na verdade só não parei porque não tive um dia legal e a corrida me anima, me levanta.
Nessa coisa do vento contra, meu batimento chegou a 240 (CREDOOO)quase morri!!!
Tempo: 1h - Distância: 9,53 Km - Velocidade: 9,5 kmh - Vel. Máx. 11,1 Kmh - Calorias 694 - Média de batimentos: 205


28/09 SEGUNDA - Dia de academia e fortalecimento muscular. Muitos exercícios com bola e abdominais. Me aguarde no verão hehehe.

3 comentários:

Mark Velhote disse...

Vento contra, chuva, granizo e tudo o mais só valorizam o nosso esforço!
Tem dias que fico a rir comigo mesmo sobre como é possível alguém ir correr com um temporal enorme, mas como diz o provérbio: " quem corre gosto não cansa"!

Abraço

Mark Velhote disse...

"Quem corre por gosto não cansa! " -- assim é que é !

:D

Katryny disse...

Isso aí Mark...
A sensação de correr em condições adversas e ainda terminar rindo de si mesmo é inigualável.
Abração e bons treinos

Postar um comentário